terça-feira, 28 de março de 2017

Irmãzinha, cuide bem do seu coração!

Nos meus dias de solteiro, conheci várias moças decepcionadas com os homens, machucadas por relacionamentos fracassados, em particular, duas ex-noivas. Eram jovens com dificuldades de se abrir a novos relacionamentos, cheias de medo de sofrer outra vez. Tinham tudo para dar certo: eram bonitas, legais, inteligentes, tementes a Deus... Entretanto, fugiam do amor.

Por isso eu peço que vocês, irmãzinhas de todas a idades, procurem se preservar desse tipo de experiência. Façam muitas amizades (tanto com rapazes quanto com moças), comam lanches, congreguem, viajem, trabalhem, estudem, riam, busquem os dons, mas não entreguem os seus corações para qualquer "engravatadinho" que aparecer na sua frente. Beleza é importante sim, contudo, não julguem só pelas aparências. Guiem-se por Deus e analisem o "currículo" do candidato. Lembrem-se que dentro da igreja todo mundo parece crente...

Todavia, também não enganem vocês mesmas aos moços. Não façam os rapazes sinceros de bobos, não brinquem com os sentimentos alheios, tampouco usem de zombaria para com aqueles que não são do seu agrado. Se vocês foram ludibriadas, não dêem o troco, não se tornem más por causa da maldade dos outros. Não fiquem "enrolando" ninguém como "segunda", "terceira opção" e assim por diante. Sejam honestas! Iludir um coração é um pecado terrível.

Confiem em Deus que, no tempo certo, a felicidade irá bater na sua porta. Porém, enquanto isso, preservem os seus corações, não se precipitem! Ouçam, no amor de Cristo, um conselho que eu dava aos meus jovens amigos: esperar é difícil, mas é mais fácil esperar do que consertar. Amém?