sábado, 13 de maio de 2017

VOCÊ IDOLATRA A BÍBLIA?

A Bíblia é um livro sagrado por vários motivos: ela contém mandamentos de Deus para a humanidade, ela conta o modo pelo qual Deus se revelou a Abraão e foi demonstrando o seu amor pelo povo de Israel ao longo de muitos séculos e ela narra a vinda de Jesus a este mundo para morrer por nós perdoando os nossos pecados e nos dando o direito de sermos chamados filhos de Deus.

No entanto, a Bíblia é apenas um livro, não é um "amuleto" como um pé de coelho ou uma figa, por exemplo. Ela por si mesma não dá "sorte" nem dá "azar"; nem abençoa nem amaldiçoa. Bíblia aberta nos salmos 23 ou 91 sobre a estante da sala não faz da casa de ninguém um lar abençoado.

Muito se discute sobre a Bíblia "ser ou conter" a Palavra de Deus. Pois bem, qualquer pessoa que a tenha lido sabe que nela há infindáveis genealogias, há acontecimentos históricos, há poemas de amor romântico, há expressões até desagradáveis e há, inclusive, a Palavra de Deus. Entretanto, o nosso dever como indivíduos que nasceram depois de toda a Bíblia ser escrita é interpretá-la à luz de Cristo, que é o coroamento, a síntese e o ápice de todas as Sagradas Escrituras. Jesus é "a cereja do bolo" de tudo o que vinha sendo escrito até o seu nascimento.

Ora, nenhum de nós pode se constituir juiz sobre a Bíblia, separando o que é Palavra de Deus do resto. Todavia, há um que pode, e ele já nasceu, morreu, ressuscitou e está sentado à destra de Deus. É através da mente de Cristo que podemos ter em mente o que é Palavra e o que não nos diz mais respeito. É através da sua sabedoria que nós podemos saber o que são os primeiros fundamentos e o que é o Evangelho propriamente dito. De outra forma, como nós saberíamos que não precisamos mais guardar a Lei? Não foi através da Graça que fomos salvos? E a Graça não é Jesus doando a sua vida pela nossa? Portanto, tenhamos a sua mente e nenhum espanto nos sobrevirá a respeito de qualquer uma destas coisas.

Assim como você não adora o dinheiro, a fama e o prazer, também não adore a sua Bíblia. Tudo aquilo que você adora e que não se chama Deus é pecado de idolatria. Peça a Deus para lhe dar os olhos de Cristo, para que quando você ler a Bíblia você a leia com a mesma visão que Ele mesmo a leu e a leria novamente. Ame a Palavra de Deus e a pratique. Todavia, não adore a Bíblia.